[ editar artigo]

Pinky e Cérebro: Como vamos juntas dominar o mundo?

Pinky e Cérebro: Como vamos juntas dominar o mundo?

 

Acho que todos nós tivemos aqueles desenhos que marcaram nossa infância. Aqueles que você acordava até sábado de manhã cedo pra assistir e ficava vidrada na TV enquanto passava. 

Eu tive três: 

 

  1. Três espiãs demais

  2. Kim Possible

  3. E pinky e o cérebro

Claramente podemos achar um fator em comum com os três: os três exerciam um certo "poder" sobre o mundo. Foi assim que eu cresci, entendendo que eu tenho um poder neste mundo e que assim como nos meus desenhos favoritos, preciso fazer planos e tomar ações para usá-los. 

Meu nome é Larissa Janz, tenho 25 anos, sou apaixonada por comida e por vinho, por frank sinatra e pela cor verde. Posso tranquilamente definir estes 25 anos de vida em uma palavra: intensidade. Desde pequena, eu vivi e vivo tudo ao 200%. Tanto as coisas boas quanto as ruins, mas foram todas elas que me ensinaram quem eu posso e consigo ser. 

 

Sou uma publicitária que nunca atuou na publicidade e nunca tive vontade, pra não mentir tive 3 meses de vontade que passaram já logo no início da faculdade. 

 

Falando da Larissa profissional então que nunca atuou como publicitária, hoje tenho 9 anos de experiência no mercado de trabalho (a labuta começou cedo), desde trabalhar com os meus pais, ser recepcionista, garçonete, estagiária do cafezinho e do xerox, a papéis mais importantes em grandes corporações e startups.

 

E da onde então surgiu a ideia de criar uma comunidade voltada ao desenvolvimento profissional de mulheres?

 

Veio daquilo que o pinky e cerebro tentavam: tentar dominar o mundo!

 

Mas o que é dominar o mundo na minha visão? Não tem a ver com poder pessoal, sobre soberba nem muito menos soberania, mas tem a ver com empoderamento. Dominar o meu mundo, as minhas emoções, poder ser, viver, alcançar o que eu quiser e proporcionar exatamente este mesmo sentimento a todas as meninas do mundo. Sim, do mundo.

 

Entendendo e estudando um pouco sobre a história da mulher em diversos países, é claro que o que temos em comum é uma luta por um lugar. Não um lugar x ou y, más simplesmente um lugar. Por anos, décadas e séculos, as mulheres nem sequer eram consideradas para o jantar, imagina ter um lugar a mesa. 

 

O que eu quero dizer com  isso?

Nas últimas décadas o cenário mudou consideravelmente para nós mulheres. Cada vez mais ganhamos espaço, estamos sim sendo cada vez mais respeitadas e reconhecidas mas ainda estamos longe de sermos consideradas iguais.Ao longo da minha trajetória vivi inúmeras situações que tudo que eu conseguia pensar era: onde eu busco ajuda?

 

Onde busco conselhos? será que isso que tá acontecendo comigo é normal, é comum? Será que outras mulheres já passaram por isso? Como eu lido com isso, ou com aquilo?

 

Claro, a gente sempre pode recorrer às nossas mães, amigas, irmãs e até nossas chefes, mas muitas vezes nem nós admitimos que precisamos de ajuda, de conselhos. É sobre isso que é a Mynina e é por isso que ela é um sonho pra mim. 

 

Quantas vezes na nossa vida vemos um Cérebro, inteligente, soberano, cheio de planos e um "assistente" que simplesmente segue sem pensar, quantas vezes mesmo sem você querer, você foi o pinky? Porque eu vou te contar, eu fui inúmeras. Quantas vezes alguém me falou o que fazer e eu nem questionei, independente se aquilo fosse me fazer bem ou mal, independente de eu acreditar naquilo ou não?

 

Eu cansei de ser o pinky da minha própria vida, mas tive que descobrir sozinha como me tornar o cérebro. Por isso, a Mynina tá aqui pra que você não tenha que viver essa jornada sozinha. 

 

Desafios como escolher a sua carreira, procurar seu primeiro emprego, buscar uma promoção, um crescimento na carreira, empreender, virar diretora ou CEO de um negócio, participar de competições ou até simples atividades do nosso dia a dia, todas são importantes e em nenhuma dessas você precisa se sentir com medo, pra todas essas assim como eu, você é livre.

Você consegue imaginar uma vida sem medos, sem barreiras, apenas liberdade? Para ser, para criar, para escrever a sua própria história? Impossível? Pode até parecer.

A verdade é que isso já está a seu alcance, atrás do medo estão todas as possibilidades de tudo que você pode fazer e conquistar e só cabe a você, fazer história. 

 

Por isso, quero te convidar, que tal juntas construirmos um mundo melhor, com mais informação com mais empoderamento, com mais histórias como a de Nina Simone, Zilda Arns, Marielle Franco, Beyonce, Michelle Obama, Angela Merkel e tantas outras mulheres INCRÍVEIS que já passaram por aqui?

 

Como já diria Beyonce, who run the world? GIRLS. Então vamos começar por aqui, compartilhando entre nós, histórias, conhecimento, experiências para empoderar todas as mulheres brasileiras e juntas, dominarmos o mundo. 

Mynina
Larissa Janz
Larissa Janz Seguir

Uma garota apaixonada por comida, desafios e principalmente, pessoas.

Ler matéria completa
Indicados para você